Saiba sobre a segurança dos bairros de Curitiba – SMTV É Política

Saiba sobre a segurança dos bairros de Curitiba – SMTV É Política

Saiba sobre a segurança dos bairros de Curitiba

Boa noite pessoal e política brasil bem vindos a mais um programa gente aqui hoje vai tratar sobre segurança estamos recebendo três presidentes do conselho de segurança jorge patrícia o antônio e eu vou começar com você já jorge apresenta pra gente conta um pouquinho do conselho de segurança no pilarzinho não jogos serafim eu sou presidente do conselho de segurança do pilarzinho os conselhos de segurança foram criados via decreto lei estadual a finalidade inicial é integrar a comunidade com as forças policiais a polícia militar a polícia civil ea guarda municipal inclusive é trabalhando junto na formatação de ações que visem a segurança do bairro pilarzinho hoje conta com uma população aproximada em de 28 a 30 mil habitantes nós tivemos na última reunião com as ações que estão sendo tomadas que foram tomadas agora desse ano com a melhoria das patrulhas da do deslocamento da polícia no bairro uma redução conforme informado pela polícia militar a estatística deles disseram que houve uma redução na criminalidade no bairro na ordem de 27 40% em que período foi esse esse período ele essa medição é feita comparando o mês atual com o mesmo mês do ano passado então é um número expressivo a gente é que não acreditamos que seja real é óbvio né e as ações são as sensações de ronda de manutenção da polícia já reduziram bastante a variação se deu pelo tipo de crime de furto a situação de paz e sossego e e por aí vai né você acha que isso já é reflexo desse novo governo eu acho que a nova modalidade de ação da polícia obviamente integrada pela ação do governo pela liberdade pela comunidade tem de bater e sair no seu bairro como está você é presidente do conselho segurança do tarumã é isso e como está a segurança no seu bairro conta um pouco atualmente até comecei os moradores e essa semana mesmo e um deles me agarrou que sentiu que diminuiu bastante a criminalidade e do ano pra cá cortou tudo pra cá deu uma diminuída bastante a gente tem visto mais a presença da pm com suas ondas nós fazemos esse pedido também através do conseg a guarda municipal presente no bairro então isso inibe a ação dos meliantes né e no bairro nós tínhamos muitos saltos à mão armada levando carros ou assalto assim levando pertences como celular bolsas enfim nas praças tem praças dentro do bairro nosso bairro é pequeno tem uma estatística de uns 8 mil habitantes ele é pequena mas acontece como acontecia muitos fatos né colocando-a os moradores ou quem estava de passagem no bairro em risco mas deu uma diminuída legal assim com a polícia presente com a guarda municipal apresenta esta semana mesmo eu fi ambos presentes durante o dia fazendo rondas pelo bairro nas praças que é muito importante nas praças estão presentes nem tão importante isso e vejo que é que essa melhoria não é só para determinados bairros deve ser pra todos os bairros das 9h a todos o que ajuda muito também na segurança tanto no bairro como também para as autoridades membros natos nos auxiliares são os grupos de what’s up no bairro existem vários no nosso bairro um deles é o vizinho star one eo vizinhos em alerta que o também deram e é a forma que a gente se ajuda entre os moradores e também passa é toda todas nossas ações o consegue passar por esses grupos não estou apenas um êxito em outros né então a gente consegue se comunicar com os moradores e isso tem aproximado os moradores que antes havia uma divisão eu sentia no começo do conseg uma divisão entre os moradores porque o nosso bairro é cortado pela br 116 de um lado é uma página informando outro lado então não se misturava muito né nem com as reuniões do conseg e também da associação do bairro a gente consegue unir né é justamente essa união dos vizinhos que é importante não importa é né esta linha que a patrícia está falando é uma ação que vários consegues fazem que tenha vizinha alerta vizinho de olho a vizinhança solita é solidária e assim como eles lá aqui no brasil nós temos 42 núcleos de vizinhos de vizinho o vizinho limitar né são vários grupos e whatsapp isso ajuda bastante a comunicação o alerta o alerta a iaa ao início da ação né não as suspeitas é e até entre outras ajudas diversas ruas do bairro né acaba unindo porque às vezes o vizinho não conhece o vizinho do lado o dia a dia na correria do dia a dia não se conhecem em grupos acabam se conhecendo bacana que bacana acho que fico feliz em saber disso fico feliz de saber que é é aos poucos na segurança da nossa cidade porque a segurança eu acho que não depende de partido político não depender do governador depende sim de ações que fazem com que a segurança no geral aumente papo pra toda a população antónio de se perguntar uma coisa você hoje está como representante da união dos consegs é isso explica um pouquinho pra gente da união os consegs alegre e faço parte sou membro do conselho de segurança desses bairros também hoje estou representando a união dos consegs que baseado nessa nossa experiência de que a integração entre os vizinhos a integração com o comércio dos empresários locais com a comunidade local com os moradores e as forças policiais às forças do governo há os órgãos públicos essa integração reforça o tecido da sociedade com base nisso nós criamos a união dos conselhos de segurança essa união é um grupo informal que integra hoje 42 consegues do paraná não é só de curitiba nós temos consegues na região metropolitana temos consegue do litoral do interior paraná fazendo parte dessa reunião qual é o objetivo o objetivo da união é bem simples é tentar organizar as necessidades desses conselhos de segurança de forma mais objetiva mais incisiva e tratar de forma comum mais organizada com o governo com a sesp com a polícia militar com a secretaria de segurança por com quem quer que seja de forma mais objetiva porque nós entendemos que dentro dele há 200 consegs se cada um mandará um representante por dia para falar com o secretário de segurança pública não vai conseguir trabalhar então o ideal é que nós já tenhamos tratado essas demandas para atender no macro para atender demandas comuns a todos com medidas objetivas e nós estamos tentando nos organizar nesse formato para facilitar a governabilidade para ajudar o governo a melhorar a segurança pública isso tem sido muito bem visto e muito bem aceito pelos conselhos de segurança porque nós sentimos as necessidades iguais em todos os concelhos então se a gente organizar nós causamos uma integração e essa organização ajuda também as forças policiais até recentemente né nós tivemos uma troca e do governo no começo do ano e isso é desestruturou momentaneamente a nossa coordenação nós temos uma coordenação do conselho de segurança que seria o elo entre a cesp e os conselhos de segurança isso foi resolvido agora no mês passado que o vizinho do mês nós temos agora o coronel serrado que em agosto novo coordenador estadual tem nos atendido começamos um trabalho em conjunto néné imaginamos que a união vai ajudar muito o trabalho dele inclusive porque ele está pegando uma coisa que ficou 23 meses ainda sem ordenado show só tem um minuto que eu quero aqui eu tenho uma curiosidade sim vocês têm um representante de vocês dentro da cef não nesse momento não não nós temos somente essa figura do coordenador que faz uma ponte entre a cesp e os conselheiros então é muito importante essa essa organização porque nós entendemos que o governo em si ele tem objetivos ele tem outras ações ele tem outras necessidades não somente aquelas que nós os nossos bairros mas se nós conseguirmos mostrar que essa necessidade é prioritária para a segurança pública em todos os concelhos segurança em todos os bairros municípios então aí o governo começa a entender que isso é de fato uma prioridade estadual então esse é o objetivo para tentar ajudar o governo a trabalhar focado a entrada do coronel agora ainda foi para nos colocar na liderança na coordenação né mas ainda não é um conselheiro que está fazendo representação seria interessante então representante de vocês lá bem aceitaria o acesso de vocês né eu acho que é interessante nesse sentido o jorge eu quero perguntar então seria interessante que se tivesse uma lei se criasse uma lei instituindo os conselhos de segurança com todas as as regras que cabem na situação por que e para que vocês tenham essa entrada e saiam do decreto e tem um representante dentro da visita a é uma uma busca que nós estamos tentando junto à assembléia legislativa que se crie uma lei para formatar os conselhos de segurança para que eles tenham uma independência nesse sentido que hoje nós não somos independentes nós somos um anexo o um braço na secretaria de segurança nós não temos excesso por conta de si e vamos dizer bloqueio né então uma se for uma lei instituindo o conselho de segurança como entidade aí nós poderíamos ter outro tipo de lance é importante e miguel lembrar que como união nós trabalhando de forma integrada com essa busca por todos os necessidades comuns nós conseguimos colaborar imensamente com a elaboração disso para ficar com a cara da população 1 e não para ficar uma lei elaborada por algum tipo de burocrata entende que vai fazer com que a nossa cara já temos inclusive um esqueleto disso armado é como o jorge colocou nós já sentimos essa necessidade e temos trabalhado nisso também então o que eu quero dizer para vocês que o é política brasil apoia você está um lado de vocês as portas estão abertas para vocês eu me comprometo a ajudar vocês obrigado nessa nessa nesse trabalho que vocês fazem que é voluntário é praticamente diária né mas a implementação dessa lei é mundial nós agradecemos inclusive deixando claro que como falou o trabalho voluntário formados por pessoas qualificadas que demanda do seu tempo pra a atuar junto à comunidade e junto a ela estava em trabalho comunitário voluntário que a gente faz com amor não vai ter na nossa cidade não com certeza é patrícia eu queria te perguntar uma coisa vocês têm uma um levantamento porque é claro que curtiu uma cidade muito grande nós temos em volta de curitiba 39 municípios da região metropolitana de curitiba então o crime além de expandir diferem muito de região para região vocês têm um levantamento diz vocês sabem dentro dos consegs como que é se existe sá não vejo o que acontece a uma a uma uma estatística neco é gerada com base nos boletins de ocorrência que são registrados isso é um problema sério que a população não entende é importante registrar se todos os problemas que você tenha com segurança pública é importante para você ter um panorama mais completo da criminalidade no seu bairro na sua cidade essa estatística é que vai ajudar no direcionamento das forças de segurança porque se você não registra não chega ao conhecimento da polícia que aquele tipo de crime está acontecendo muitas vezes a pessoa reclama que fez boletim de ocorrência e não mudou nada na vida dela pode não ter mudado naquele momento mas vai mudar pra frente então a estatística é feita com base nos boletins de ocorrência registrados com isso que acontece quando você não registra você marcar o número e aí é um comunicado à população para melhorar esse número vocês se vocês têm acesso ao que acontece em cada bairro de vocês não pensa que a gente tem uma divulgação o número divulgado mas nós não temos acesso pra nós poderemos é formatar fazer uma estatística nossa nesse numeradas a polícia militar tem a polícia civil tem mas eles não nos fornecem hoje eles nos fornecem então também marca é uma questão de também de transparência com certeza e também assim a gente motiva né faz a motivação nas nossas reuniões para a comunidade fazer os boletins de ocorrências onde não fazem com medo de retaliação mas não tem é muito importante ter a estatística para o planejamento da polícia até para evitar que aconteça novamente não conte mais com outra pessoa além de tatto na região do bairro da cidade eu creio que o número de de ocorrências é muito maior do que chega no tijucal já virá o boletim de ocorrência as causas dessa situação da do registro né se a população não registra ela não faz a sua parte no que tange a expor aquilo que está acontecendo de fato no bairro então assim a parte da polícia militar fazer as suas rondas trabalhar com a sensibilidade é é aplicada naqueles locais naqueles momentos em que você enxerga que a criminalidade acontece justamente para coibir para evitar que vem acontecer os crimes se está acontecendo alguma coisa e isso não é comunicada à polícia eles não têm como direcionais recursos recentemente nós como união é como eu disse com a transição de governo houve um interstício aí que nós estávamos sem o contato mas agora que nós temos o contato nós fizemos uma solicitação formal tanto ao coordenador dos consegs quanto ao comando geral da polícia militar aliás queria aproveitar que me deu a oportunidade e agradecer ao comandante geral da polícia militar coronel péricles que tem nos recebido com muita educação com muita presteza como requer o atendimento que o cidadão quer ter da polícia militar coronel pede muito obrigado o atendimento você está excelente então encaminhamos essa solicitação pedindo que as informações sejam divulgadas aos consegs antecipadamente uma semana para que nós possamos trabalhar exatamente nessa questão da motivação e explicar pro morador que ele também é parte da segurança segurança pública ela não é só função do estado ela é função de todos isso é legal porque o estado tem a função mas o cidadão também tem a sua parcela tem e assim se eu não o aviso como é que eles vão saber então tem que avisar aí nós recebendo essas informações e nós sabemos desses dados nós conseguimos montar campanhas nós conseguimos montar montar materiais divulgando para que as pessoas saibam da realidade e não fala em coisas que estão indo contra essa realidade por exemplo claro foi assaltado uma vez num local determinado local pra ele nunca tinha sido assaltado a criminalidade aumentou 100% na época tinha sido assaltado ele vai reclamar e dizer que a segurança está horrível mas num geral dentro daquela localidade segurança pode ter diminuído 1 40% pode ter 20 então ele tem que conhecer os números justamente jorge eu quero que você deixa aqui um recado para os moradores do pilarzinho que do trabalho de vocês depois você patrícia depois você entorno rapidamente pra gente então nós no pilarzinho nós temos a vizinhança solidária e tamos batendo batendo firme estamos implementando esse processo de conscientização de efetivação do b ó boletim de ocorrência para que a gente queria é o que o que se fala hoje mapa do crime nós queremos criar o mapa da segurança do bairro nós temos subsídio para criar um mapa da segurança pra nós monitoramos a segurança do bairro eu peço aos moradores no meu bairro também acreditem na polícia a guarda municipal né as autoridades na área de segurança que faça os boletins de ocorrência por menor que seja acontecido um roubo de um celular o que for as estatísticas para o planejamento para termos essa ajuda essa força né nesse planejamento e que participem acredite das reuniões do conseg onde nós levamos só levamos várias palestras por pessoas da área de segurança muito conceituadas que tenha experiência para passar para a comunidade palestras preventivas de como a gente tais situações então que realmente participe das reuniões dos consegs que acreditem porque a força da comunidade junto com as autoridades pode melhorar muito a questão de segurança e pelo que você falou tem melhorado jovem último dele melhorada não foi nem dois que me falaram eu senti isso também fica muito feliz quando vejo as rondas no nosso bairro e assim a a segurança pública dever do estado mas é responsabilidade de todos nós confio nem antônio deixa um recado para o pessoal da união não consegue seja é a união ela é dos consegs mas ela tem um foco forte do governo nós temos a intenção de fazer com que os conselhos de segurança ajudem e aumente em a governabilidade do estado dando condições dando subsídios prestando informações para que a eficiência do estado seja maior junto à polícia militar como eu coloquei está bem encaminhado nós estamos sendo muito bem atendidos e nós estamos trabalhando o projeto de longo prazo agora falta nós organizarmos isso com a polícia civil também está encaminhado está alinhavado mas ainda não aconteceu e o governo do estado nós gostaríamos nós já pedimos uma audiência com o governador para que nós déssemos continuidade nesse trabalho em conjunto é o voluntariado ajudando o governo a fazer uma sociedade melhor é isso que nós queremos nós estamos aqui para contribuir para ajudar a brigar é uma uma função nossa é com certeza na verdade uma função de todos todos devemos vivemos uma grande comunidade eu quero agradecer aqui apresento a vocês quero dizer que o é política brasil tem portas abertas pretendo fazer outros programas que vocês vão levantar várias bandeiras aqui e conte com a gente sempre que precisar tá certo um abraço em obrigado a prova em que dizemos.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A Tv Transamérica esta sediada em Curitiba - PR, sintonizada em canal aberto 59.1 HD.

Hoje independente de outras emissoras, a TV Transamérica vem se modernizando e renovando para atender as demandas do público curitibano.

CONTATO

A Televisão Transamérica trabalha para levar até você o melhor da notícia e do entretenimento.

LIGUE: 55 41 3240-5900
E-MAIL: comercial@transamerica.tv.br