Casais empreendedores – com Juliana da Cruz e Maurício Azevedo – SMTV Chá de Carreira

Casais empreendedores – com Juliana da Cruz e Maurício Azevedo – SMTV Chá de Carreira

Casais empreendedores – com Juliana da Cruz e Maurício Azevedo

Olá pessoal e sua filha angélica barba mas todo mundo me conhece por fran e eu estou toda sexta feira às nove e meia da noite aqui com você na tv transamérica no programa sai de carreira um programa que traz entrevistas e informações sobre mercado de trabalho profissões empreendedorismo e desenvolvimento profissional e hoje eu estou com um casal de noivos aqui a juliana e maurício tudo bem de humoristas sejam bem vindos muito obrigado frank quero agradecer a presença de vocês e contar pra você que está nos assistindo que hoje a gente vai entender um pouquinho mais a história das ruído maurício que resolveram empreender juntos depois que saíram das empresas aonde eles estavam trabalhando na então é isso mesmo é nossa história é bem engraçado na verdade que a gente foi emitido no mesmo dia olha não é só de que acontece isso os dois estavam eu sou professora se formava com magistério trabalhava na educação infantil em uma escola eo muricy também trabalhava em uma faculdade e maurício se eu fiz teatro da puc também então a gente juntou o útil ao agradável desde trabalhava nos dois né na área educacional ea gente estava infeliz neno no serviço de gente se encontrava a gente foi demitido no meio de um dia e aí como a gente sempre eu amei criança desde sempre ele também e hoje eu tinha eu brinco que eu falo já nasce empreendendo que desde que eu me conheço por gente eu sempre quis vender alguma coisa em outro então a gente resolveu abrir nossa própria empresa que se chama tagarelando que eu malhar e landu que legal mas calma antes de chegarmos lá chegar não tomávamos um passo de cada vez queria que você contasse um pouquinho a trajetória profissional antes de empreender então o que vocês não fazia o que você more isso fazia assim então eu como eu brinquei com você que eu aprendi desde criança porque o brinquedo porque desde sempre desde os 8 anos eu vendia limonada na frente da casa da minha avó então eu vi oportunidade de ganhar dinheiro eu estava lá então vendia bombom no ensino médio e fazia um pouquinho de tudo e me formei e no magistério e me formei professora e trabalhava na área trabalhava como pra como professora é isso mesmo bom eu vim daquela família tradicional nessa tem que trabalhar tem que fazer faculdade então eu trabalhava numa faculdade antes de iniciar na área de empreendedorismo é esse trabalhar e trabalhar com telemarketing sempre trabalhei com vendas nem eu trabalhava com o primeiro executivo 16 anos com o telemarketing é registrado em carteira depois fui para a área de assistência é e assistência administrativa que trabalhava numa faculdade ante essa foi minha carreira antes de empreender é mas sempre tendo aquele conceito tradicional de ter trabalhado em teu fixo e tem que fazer faculdade e como é que foi então no mesmo dia cada um foi para o seu trabalho e voltou sem trabalho conheça um ligou para outra eu preciso te contar uma coisa e outro eu também fiz de conta boa coisa mitos 20 a notícia um pro outro a gente meio que ficou meio sem rumo porque como a gente a gente namorava apenas mães já com o propósito de de casar a nossa vida da nossa casa então a gente ficou meio que meca aquele frio na barriga e conta do medos e anseios né das contas vindo e até mesmo pra para um futuro que a gente gostaria a gente precisaria de emprego então ea partir desse momento vocês é pensar juntos vamos empreender ou vocês pensaram buscar trabalho novamente em alguma outra empresa como é que foi esse momento em que os dois se encontraram desempregado então na verdade é assim a quando eu fiquei de obrigado no entanto enquanto juliana a gente já trabalhava a gente fazia é o free lance na área de recreação e e eu levava ela para o evento eu fiz alguns eventos também junto com ela mas foi quando de fato é a gente fez um evento junto último evento junto ela falou bem assim a gente está perdendo dinheiro foi essa frase se quebre o nosso negócio estava com visão e ovos e óleo a gente pode fazer dinheiro não está aproveitando não porque a gente eu percebi que a gente sabia lidar muito bem com as crianças e em cantar muito bem elas de uma maneira que a gente perceber que muita gente que na mesma hora que a gente estava fazendo esse free lance não não fazia idéia eu até falei pra ele isso então com essa visão do empreender foi até esse motivo de a gente não ter ficar tão desesperado quando quando ficou né é desempregado mas é que uma parte da nossa história que eu acho bem interessante foi até o apoio familiar que esse apoio familiar normalmente a gente não tem nem a gente também não ter esse apoio de a isso vai entender vai fazer muitas vezes a gente ouviu que não vocês podem até empreender mas tem que ter um fixo é essa é a grande questão das pessoas o grande dilema de quem quer empreender é porque eu quero entender eu tenho um sonho eu acredito nele mas todo mundo me dizia isso e eu também me cobro pela questão da segurança financeira é que o empreendedor não teme essa segurança né mas não é ruim ter essa insegurança é bom porque você essa insegurança que vai fazer você buscar conhecimento que vai fazer você buscar se desenvolver que você buscar melhorar então essa insegurança encarada como uma forma ruim hoje é muito legal você tocar nesse assunto porque na verdade a insegurança não é que no mercado de trabalho onde você está como funcionário você tenha uma estabilidade uma garantia na verdade as pessoas têm uma ilusão de que lá tá tudo certo e garantia a garantia que eles têm a é todo final de mês vai cair 3 mil na minha conta vai cair 2 mil na minha conta mas quem garante que você não pode tirar seu trabalho e falar o que acabou sendo demitido no ano embora durante uns bacana que você comentou assim o olhar da é do sair da zona de conforto porque essa insegura não sei de empreender nada mais é do que você saber lidar com a questão tem estou fora da zona de conforto e notei que ó correr atrás aprender para poder encontrar novas formas e e é lá que a gente encontra as pessoas fora da curva né é aí que tal grande sucesso é de você inovar você encontrar o diferente você porque porque como você vive naquele mundo naquela caixinha que foi aí que eu fui até o apoio familiar envolve isso de você tem que fazer daquele jeito e você tem que se formar esse mas tem que entrar numa faculdade tem que ter um apartamento no seu nome é uma casa no seu nome tem que ter um carro próprio então isso é é uma vida planejada que eles te dão e carinho e falam tac e se você sair disso você é um fora na coxa aqui porque é uma tendência assim da sociedade tentar enquadrar todo mundo naquela caixinha ela aqueles ladrões a esse é o jeito de pensar esse é o certo esse é o melhor e todo mundo vai por ali e são poucos aqueles que têm coragem de assumir os riscos de sair daquela caixinha mas é lá que está toda a surpresa e as novidades e as descobertas do mundo né é porque todo mundo quer mas em poucos têm coragem é e pouco se sacrificam porque você empreender você começar uma empresa do zero exige sacrifício né mas nem todo mundo está disposto a pagar o preço esse é o problema porque ninguém é com o pessoal não está disposta a não tenho que levantar muitos e eu tenho que fazer desenvolver eu tenho que estudar eu tenho que correr atrás não eu prefiro trabalhar para os outros é vender as minhas 8 horas durante o dia ficava na empresa vou pra casa tem o meu carro tem a casa se tiver é porque hoje está muito difícil que no quarto na casa pronto acabou é servido que eu quero ter e não é e essa visão do convencional é que tem que começar a mudar principalmente nos jovens que não pensando nem eu tenho visto muita gente nessa iniciativa ou pelo menos no interesse considerando a possibilidade de empreender ou de buscar novas formas de trabalho até porque esta é uma tendência do futuro do trabalho nesta quinta e não podem mais aqui daqui 10 nice anos ou a maioria da população vai ser empregada há como é hoje e vai mudar já está mudando e não só dessa questão do ser empregado mas essa questão de vender sua hora tipo quando a gente começa a pensar na questão do trabalho de você poder trabalhar igual fazendo as vezes a mesma coisa que você faz em oito horas fazê-lo em 4 o pão produtivo vai ser seu trabalho porque você vai se dedicar muito mais e ea gente vê muitos livros de empreendedorismo falando sobre isso sobre essa questão de você pegar e até chegar o seu patrão e falar assim esse é meu plano de trabalho a fazer tudo até mais do que você também pagando mais por menos horas às vezes ou até tipo fora da empresa igualmente em outra cidade hoje em dia com a internet está tudo muito mais fácil só que a pessoa precisa querer foi aí que ele foi aí que a gente percebeu também que o que mudar nossa vida era as nossas escolhas e aí vocês decidirão como é que foi a decisão do empreender e do que se podia negócio que vocês vão abrir então tudo acontece no carro eu brilhe o valor que a decisão veio o carro é ator saindo desse evento dentro do carro eu olhei pra ele a gente tem que abrir mão empresas têm que trabalhar e se tem que fazer o que é nosso tem cuidado que nós para trabalhar para os outros cuidado que nós e aí há o nome da empresa surgiu da mesma maneira a gente tava haiti jude tio mauá e alegria diversão am times e rolei é que vocês vão perceber que eu falo só um pouquinho a gente lembra maurício tagarelando é isso que eu sou muito pagar ela então eu em kightly na hora hopper quando todos os nossos amigos quando a gente começou a divulgar e é isso que a gente quer mostrar que para você montar uma coisa você tem que pegar e montar porque a gente não abre uma página eu fiz uma longa nem sabia procurei no youtube e eu fiz eu e ele me ajudava a gente pegou o acerto cada um comprou as primeiras coisas as primeiras materiais para recreação e início foi de boca boca divulgação no sorriso no dá a cara a tapa sabe frango e essa é uma característica fundamental e relevante para quem vai empreender tem que estar disposto a correr atrás a aprender não sei fazer logo vou aprender vou fazer não tem dinheiro para contratar vou dar um jeito vou fazer nem pelo que vocês com são assim isso nunca foi problema para vocês nem de correr atrás e fazer o que tem que ser feita então conta presente agora o negócio qual é o negócio de vocês o que vocês fazem a gente tem uma empresa de recreação e animação de festa é se já tem público infantil a gente atende empresa a gente atende chá de bebê a gente tem tudo o que você pensar de recriação a gente vai atender até produto a gente faz a partir da recriação recreação infantil e também recreação para adultos que tipo de eventos festas infantis aniversário chá de bebê casamento festas empresariais aquele dia da família sabe que dia maravilhoso que os é que a empresa faz levar os filhos dos funcionários da empresa a gente faz todo um ‘tour’ pela empresa com as crianças até mesmo com os adultos de mostrar para elas de serviço do dos seus pais dos seus parentes no fim e conta uma história que eles estão lá e porque eles estão lá isso é muito bom para o funcionário ele se sente tão tipo amado pela empresa sabe então cuidado que a empresa tem um carinho afeto por ele muito grande por ele ter essa atenção pela família dele é ao mesmo tempo uma vez que você fez também incluem amor pelo negócio de vocês né de mano eu acho que é o grande elemento de sucesso e o fator que leva as pessoas realmente a correrem atrás e conseguirem fazer os seus sonhos acontecerem eu queria aproveitar para pedir as fotos tudo a empresa discovery vamos mostrar um pouquinho lá se quiser comentar é um lar impedindo isso mesmo aquelas pinturas faciais corporais que as crianças adoram é bem divertida ela olha que legal e apps azul fazendo 38 fiel deus mas isso é uma pintura é a profissional onde mais se esse carinho de pequenas as crianças adoram adoro e o bem legal que o que então e se perguntarem pra gente nossa empresa tem ela vai fazer dois anos vai fazer dois anos aí a gente já o cabelo maluco é isso mesmo conta sua história e se y a gente contar que a gente a página mais bem avaliada de curitiba e região ali é em menos de dois anos ea gente fica muito contente por conta da qualificação que a gente foi em busca que aquilo que aceitem torta na cara tem esculturas de balão que a gente faz então há a maioria dos eventos é a gente atende o público infantil mas a gente entende empresa a gente já tem de chá de bebê como juliana falou a gente atende é a recreação para adultos a gente fez aniversário de 60 anos agora é colocar todas todas as brincadeiras as dinâmicas são voltados para determinadas cidades tudo depende do foco empresa que então a gente monta muito específico para o cliente pede pra gente legal eu quero perguntar o seguinte essa questão do empreender em casal porque a gente já está tendo para o final da nossa entrevista sabe passou voando isso é queria que cada um de vocês aqui falar assim e não pra mim agora fala-se um para o outro como foi desde que vocês começaram a empreender juntos até aqui o que você tem para dizer para o outro as damas primeiro né então conversamos com azul eu gostaria que você me dissesse para mauricio que você observou nele até hoje e depois uma hora isso também vai te dar um feedback claro então eu nem sou boba até pra falar porque eu sou muito apaixonada né porque ele é novo e tudo mais mas em questão de empreender junto é muito bom ter um parceiro até nas questões assim frio assim a gente briga a gente tem essas questões de discordância com a relação empresa isso é muito bom porque às vezes eu sou muito como que a palavra deco não quero fazer tudo ao mesmo tempo eu tiver que falar pra mim o que é isso aí é quem é amiga que agora sim é amor fdr mas então é muito bom ter alguém mas está no chão assim sabe eu sou tipo balombo para me colocar no eixo então tá bom eu vou falar tem um ditado que eu gosto muito que é você mira na lua para acertar na estrela e quem está mirando na loja você mas é e eu tentando a gente pelo menos a estrela então você é a parte impossível mas você é a parte criativa você é a parte que tem visão muito abrangente do negócio onde ele pode chegar aonde ele é capaz de chegar eu acho que a gente é dupla perfeita porque você é a pessoa que a gente pode fazer isso ele vai fazer isso com mais calma a gente vai fazer isso mas não começar por aqui então eu agradeço muito por essa pressa alegria que você tenha essa visão do negócio que você tem e eu acho que a gente tem que tem que manter esse foco que a gente vai vai vai até ai que lindo e se sentem a minha declaração de você está vendo um casal tudo bem integrado ter unido que tem a facilidade de começar a outra de falar a real de respeitar a maneira de ser um do outro e isso é um elemento chave e fundamental também para que vocês possam conseguir realizar esse sonho então quero dar os parabéns pra você expressar empreendendo por serem esse casal maravilhoso a gente vai se chamar você de volta para contar do programa lado você tem um programa chamado casal quase rico e vai ser assunto de outra matéria só sobre isso porque é muito bacana muito inspirador também então quero agradecer a presença de vocês e numa próxima oportunidade a gente volta pra falar mais um pouquinho sobre o outro projeto do casal quase rico o carro é competitivo é uma honra estar aqui programa de vocês então lembramos também que o programa cresça cada vez mais certo que a galera pelo convite agradece pessoal está vestindo muito obrigada a desculpa que eu escolhi quem é esse obrigada o pessoal é isso muito obrigado a gente vai ficando por aqui no site carreira e espero vocês na próxima sexta feira e toda sexta feira pensar de carreira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A Tv Transamérica esta sediada em Curitiba - PR, sintonizada em canal aberto 59.1 HD.

Hoje independente de outras emissoras, a TV Transamérica vem se modernizando e renovando para atender as demandas do público curitibano.

CONTATO

A Televisão Transamérica trabalha para levar até você o melhor da notícia e do entretenimento.

LIGUE: 55 41 3240-5900
E-MAIL: comercial@transamerica.tv.br